Dieta Low Carb saudável — Controle da pancreatite com os alimentos corretos

O pâncreas é um órgão bastante vital, ele cria enzimas — que auxiliam na digestão dos alimentos, e insulina — que controla o nível de açúcar no sangue. Localizada logo atrás do estômago, é vital manter esta importante glândula saudável para ajudar a prevenir a pancreatite [inflamação aguda ou crônica], pois a pancreatite pode causar danos leves a graves no pâncreas, o que por sua vez impede a produção das enzimas / insulina corretas, impedindo assim os nutrientes que o corpo necessita de serem absorvidos.

Pancreatite aguda / crônica explicada

A pancreatite aguda é súbita e grave [pode causar danos aos tecidos e sangramento], durando dias e geralmente nunca retorna se tratada corretamente. Comumente causada por cálculos biliares, os casos leves dessa condição podem ser aliviados e curados com o Dieta Low Carb correto.

Considerando que a pancreatite crônica pode ser grave, durar dias e reaparecer à vontade — mesmo com o tratamento médico correto. Este tipo de inflamação pode causar danos graves aos tecidos e sangramento dentro e ao redor do órgão [causando abcessos, bolsas semelhantes a cistos e inflamação que se espalha rapidamente]. Geralmente causado pela ingestão excessiva de álcool, o dano a longo prazo não pode ser evitado com uma mudança na Dieta Low Carb — a Dieta Low Carb é alterada para aumentar os antioxidantes e auxiliar na nutrição [em uma tentativa de ajudar na produção de enzimas e insulina]. Danos de longo prazo ao pâncreas podem causar diabetes, desnutrição e pancreatite necrosante [morte do tecido pancreático]. Outros efeitos colaterais, se não tratados adequadamente, são o aumento das toxinas que podem passar / vazar pelo abdômen, vasos sanguíneos danificados e causar sangramento interno.

Existem outras causas, como lesões abdominais, cirurgia, câncer, tabagismo, etc., para citar apenas alguns.

Os sinais e sintomas incluem — dor leve a intensa na parte superior do abdômen [que pode irradiar para as costas ou tórax], febres, náuseas, vômitos, respiração rápida, aumento da frequência cardíaca, indigestão, fezes com odor fétido e perda de peso não natural.

A importância desta Dieta Low Carb

Devido ao fato de que o pâncreas desempenha um papel tão importante na digestão de nossos alimentos, precisamos garantir que consumimos antioxidantes suficientes [Vitamina A, C e E, Carotenóides e Selênio], para prevenir os oxidantes que se acumulam devido ao nosso consumo diário de alimentos estressantes ou danificando o pâncreas.

Também precisamos consumir mais do seguinte

Legumes — feitos na sopa, devem ser à base de tomate sem carne, não só são ricos em antioxidantes [que ajudam a garantir um pâncreas saudável], mas os fluidos da sopa também são importantes em nossa ingestão diária de fluidos.

Espinafre — adicionado à sopa acima ou comido sozinho, é um excelente vegetariano e pode ser usado em uma salada ou como acompanhamento para aumentar a ingestão de antioxidantes.

Iogurte — cheio de probióticos que ajudam o corpo com sua imunidade, podem prevenir a inflamação do pâncreas e as bactérias encontradas neste alimento podem manter o sistema digestivo equilibrado.

Tofu — um bom substituto para as proteínas, pois a carne deve ser eliminada de sua Dieta Low Carb devido ao fato de que altos níveis de gordura no sangue podem levar ao aumento de ataques de pancreatite [pacientes crônicos precisam prestar muita atenção a isso]

Vinho tinto ou uvas — esses dois contêm um antioxidante muito importante chamado resveratrol [não descasque as uvas, pois é aqui que reside o antioxidante]. As uvas são mencionadas para o paciente que não pode beber álcool por irritar a condição pré-existente.

Outros alimentos benéficos para aumentar sua Dieta Low Carb:

cereal

aveia

espaguete

pão

aveia

arroz

cogumelos reishi vermelhos

frutas

Vegetais frescos

amoras

e produtos de soja

Ervas e especiarias recomendadas para esta Dieta Low Carb [consulte um fitoterapeuta se estiver interessado em mais informações e os efeitos delas] — gengibre, ginseng, casca de canela, raiz de alcaçuz, raiz de peônia e groselha indiana.

Diretrizes básicas para este Dieta Low Carb:

Coma pequenas porções com mais frequência [lembre-se — menos de 40 g de gordura por dia] — isso ajuda na digestão e pode aliviar os sintomas.

Evite: cafeína, tabaco, comida picante, queijo, manteiga, alimentos cozidos, pizza, feijão e cerveja. Basicamente, evite qualquer tipo de alimento que seja gorduroso ou que possa causar acúmulo de gases no estômago.

Comece a tomar um suplemento multivitamínico [deve conter selênio, magnésio e as vitaminas A, C, E e B12], pois muitos pacientes com pancreatite tendem a ter deficiência dos nutrientes mencionados anteriormente.

Nunca ignore os sintomas de problemas com seu pâncreas — vá a um médico para um tratamento mais especializado, este Dieta Low Carb não é uma cura, mas mais uma orientação sobre como controlar a pancreatite e, assim, ajudar seu pâncreas a prevenir danos futuros.

If you liked this article and also you would like to obtain more info about Low Carb Vegetariano (clique em próximo artigo) i implore you to visit the website.